Ligação 4: Estação de Comboios de Lagos à Via Algarviana (Bensafrim) - 10,10 km
Trilho fácil que parte da histórica cidade de Lagos, no litoral, até Bensafrim, onde pode contemplar a imponente escarpa.
Ligação 4: Estação de Comboios de Lagos à Via Algarviana (Bensafrim) - 10,10 km
Localização
Algarve, no concelho de Lagos
Acessos (de Carro)
Vindo pela Estrada Nacional 125 ou Via do Infante A22, seguir em direção a Lagos e seguir as placas indicativas para a CP de Lagos
Acessos (de Comboio)
Parar na estação de Lagos
Ponto de Partida
Ponto de Chegada
Entrada de Bensafrim
Tipo de Percurso
Derivação da GR13, linear, generalista
Localização
Algarve, no concelho de Lagos
Acessos (de Carro)
Vindo pela Estrada Nacional 125 ou Via do Infante A22, seguir em direção a Lagos e seguir as placas indicativas para a CP de Lagos
Acessos (de Comboio)
Parar na estação de Lagos
Ponto de Partida
Ponto de Chegada
Entrada de Bensafrim
Tipo de Percurso
Derivação da GR13, linear, generalista
Grau De Dificuldade
II - Fácil
Altitude Mínima
9m (Marina de Lagos)
Altitude Máxima
99m
Disponibilidade De Água
Sim
Mercearias Locais
Sim
Extensão
10,10 km
Duração
2h30 (aprox.)
Subida Acumulada
161m
Descida Acumulada
179m
Grau De Dificuldade
II - Fácil
Altitude Mínima
9m (Marina de Lagos)
Altitude Máxima
99m
Disponibilidade De Água
Sim
Mercearias Locais
Sim
Extensão
10,10 km
Duração
2h30 (aprox.)
Subida Acumulada
161m
Descida Acumulada
179m
Descrição do itinerário

Esta ligação começa na estação de comboios de Lagos, passando junto à Marina. Atravesse a ponte pedonal e siga para a direita na Avenida dos Descobrimentos. Na primeira rotunda (Praça D. João II), o percurso segue em frente pela Estrada Nacional 125, até avistar a próxima rotunda. Nesta estrada, atravesse para a esquerda na passadeira de peões (junto às bombas da GALP) e siga pela esquerda em direção à Avenida da Fonte Coberta. Ao fundo desta avenida há uma rotunda: o percurso toma o caminho da direita, passando ao lado da Falfeira, por cima da Estrada Nacional, em direção a Monte Judeu.

O caminho faz-se agora entre casas com pequenos jardins e algumas hortas. Na estrada em Monte Judeu viramos para a direita e logo de seguida para a esquerda. Caminhamos entre amendoeiras rodeadas de muros que delimitam as terras, uma paisagem característica desta zona do barrocal algarvio.

Facilmente chegamos ao Colégio e daí continuamos em direção a Bensafrim, passando por baixo da A22 (Via do Infante). Ao chegar a Bensafrim, atravessamos a Ribeira da Machada, chegando ao final desta ligação.

O que pode ver?

» PATRIMÓNIO HISTÓRICO, ARQUEOLÓGICO E RELIGIOSO

Lagos

  • Arco de São Gonçalo;
  • Armazém Regimental;
  • Castelo dos Governadores;
  • Fortaleza da Ponta da Bandeira;
  • Igreja de Santa Maria;
  • Igreja de Santo António;
  • Igreja de São Sebastião;
  • Mercado dos Escravos e Núcleo Museológico;
  • Ponta da Piedade;
  • Rua da Barroca.

Bensafrim

  • Igreja Matriz;
  • Menir da Cabeça do Rochedo: monumento arqueológico com forma cilíndrica e aspeto fálico, localizado no lugar do Figueiral. Este monólito é o único, dos oito existentes, a permanecer na sua localização original. Os restantes foram relocalizados pelo Município de Lagos e um foi furtado.
  • Necrópole da Fonte Velha: também conhecida como Salmões da Mina, este é um local de grande valor arqueológico, onde há vestígios de incinerações romanas, peças de bronze do século I a.C., mas também espólios do período pré-romano. Foram também encontradas lajes funerárias com escrita do Sudoeste, da 1ª Idade do Ferro (Séculos VII – V a.C.).

 

» NATUREZA

A imponente escarpa de Bensafrim é um exemplo da transição entre a serra e o barrocal. Ao longo da faixa do barrocal, atravessada por esta ligação, encontramos paisagens agrícolas nos vales férteis, onde são bastante caraterísticos os pomares de sequeiro, com Alfarrobeiras (Ceratonia siliqua), Oliveiras (Olea europaea), Amendoeiras (Prunus dulcis) e Figueiras (Ficus carica).

Em termos de flora, destaque para plantas mediterrânicas como a Aroeira (Pistacia lentiscus), os Tomilhos (Thymus sp.), o Alecrim (Rosmarinus officinalis), o Carrasco (Quercus coccifera) e a Azinheira (Quercus rotundifolia).

A Ribeira de Bensafrim, principal curso de água no município de Lagos, tem uma enorme importância na rede hídrica da região. É esta ribeira que desagua diretamente para a baía de Lagos, após percorrer 15 km desde a Serra de Espinhaço de Cão. Resulta da junção de diversos cursos de água menores e de barrancos, tais como as ribeiras da Machada, Corte do Bispo, Sabrosa e Candeeira. Tem também um papel importante na hidrologia da região de Lagos: alimenta diretamente o aquífero Almádena-Odiáxere e é uma fonte de água para atividades agrícolas.

 

» LOCAIS DE DESCANSO E APOIO AO LONGO DO PERCURSO

  • Monte Judeu.


» MULTIBANCO

  • Lagos;
  • Bensafrim.
Contactos Úteis
  • Associação Almargem: (+351) 289 412 959
  • Associação Turismo do Algarve: (+351) 289 800 403
  • Associação Vicentina: (+351) 282 680 120
  • Bombeiros Voluntários de Lagos: (+351) 282 770 790 
  • Câmara Municipal de Lagos: (+351) 282 771 700
  • Extensão de Saúde de Bensafrim: (+351) 282 687 439
  • Hospital de Lagos – Centro Hospitalar do Algarve: (+351) 282 688 026
  • GNR de Lagos: (+351) 282 762 809
  • PSP de Lagos: (+351) 282 780 240
  • Posto de Turismo de Lagos: (+351) 282 763 031
  • União de Freguesias de Bensafrim e Barão de São João: (+351) 282 687 169/175
  • Em caso de emergência ligue: 112
  • Se detetar um incêndio ligue: 117

 

Mais informação?

Descarregue estes ficheiros. 
E boa caminhada!

Track GPX: Ligação 4 - Lagos a Bensafrim
Track KML: Ligação 4 - Lagos a Bensafrim