Ligação 1: Via Algarviana (Parises) a São Brás de Alportel - 18,40 km
Um trilho para apreciar o relevo ondulado da serra, cheia de sobreiros, estevas e medronheiros. Passamos por ribeiras, vales verdejantes e pequenas hortas.
Ligação 1: Via Algarviana (Parises)  a São Brás de Alportel - 18,40 km
Localização
Algarve, concelho de São Brás de Alportel
Acessos (de Carro)
Em São Brás de Alportel, seguir em direção à serra, pela estrada CM 1202. Depois, seguir para a direita na EM 513 até Parises
Ponto de Partida
Ponto de Chegada
Largo de São Sebastião, São Brás de Alportel
Tipo de Percurso
Derivação da GR13, linear, generalista
Localização
Algarve, concelho de São Brás de Alportel
Acessos (de Carro)
Em São Brás de Alportel, seguir em direção à serra, pela estrada CM 1202. Depois, seguir para a direita na EM 513 até Parises
Ponto de Partida
Ponto de Chegada
Largo de São Sebastião, São Brás de Alportel
Tipo de Percurso
Derivação da GR13, linear, generalista
Grau De Dificuldade
IV - Difícil
Altitude Mínima
233 m (Ribeira de Alportel)
Altitude Máxima
499 m (No ponto de partida - Parises)
Disponibilidade De Água
No início e no final
Mercearias Locais
No início e no final
Extensão
18,40 km
Duração
5h (aprox.)
Subida Acumulada
426 m
Descida Acumulada
1031 m
Grau De Dificuldade
IV - Difícil
Altitude Mínima
233 m (Ribeira de Alportel)
Altitude Máxima
499 m (No ponto de partida - Parises)
Disponibilidade De Água
No início e no final
Mercearias Locais
No início e no final
Extensão
18,40 km
Duração
5h (aprox.)
Subida Acumulada
426 m
Descida Acumulada
1031 m
Descrição do itinerário

Esta Ligação consegue dar uma perspetiva da orografia (ou seja, do desenho do relevo) da serra algarvia, com subidas que nos trazem vistas largas e deslumbrantes e depois, nas descidas, alguns vales verdejantes. Apesar da dificuldade acentuada, a beleza do trilho vale bem o esforço.

O percurso parte do centro de Parises e segue pela vereda existente em frente à paragem de autocarros (juntamente com a PR2 SBA – Percurso Pedestre "Entre Vales, Fontes e Memórias da Serra do Caldeirão"). Passa-se pelo lavadouro e continua-se pelo caminho antigo, onde há um poço com roda. Continuamos entre os muros que rodeiam as pequenas hortas, banhadas por algumas linhas de água.

O caminho continua ao lado do Barranco do Zambujeiro, que se junta mais à frente à Ribeira das Ruivas. Neste local, é possível contemplar o relevo ondulado da serra algarvia, cheia de sobreiros, estevas e medronheiros. No final da descida, chegamos à Várzea do Velho, outrora povoada por gentes da serra.

Antes da Ribeira das Ruivas, o nosso caminho vira à direita, divergindo da PR2 SBA – Percurso Pedestre "Entre Vales, Fontes e Memórias da Serra do Caldeirão", que segue em frente. Avançamos próximo da Ribeira da Ameixeira.

Seguimos depois entre os sobreiros até ao Barranco da Muda, cujo nome advém da pequena povoação da Muda e da Cova da Muda – consegue vê-las no cimo, à direita.

Mais adiante, atravessa-se a Ribeira de Alportel, um exemplo das linhas de água características dos climas mediterrânicos com variações de caudal ao longo do ano. Segue-se uma subida com vista para o Vale das Estacas, onde se atravessa novamente esta ribeira.

Aqui, a nossa ligação passa a acompanhar o Percurso Pedestre "Trilho da Ribeira de Alportel". Neste local, as alfarrobeiras centenárias fornecem alguma sombra. Aproveite para consultar os painéis informativos da Estação de Biodiversidade de Alportel, onde se destacam borboletas e libelinhas e alguma flora.

Nas margens da ribeira vai encontrar uma mesa de piquenique; aproveite para um merecido e refrescante descanso.

Após a passagem junto a uma antiga azenha, atravessamos pela última vez a ribeira de Alportel, em direção a Tareja. Daí seguimos em direção à Campina. Já perto da Campina, a ligação segue em frente, divergindo do Percurso Pedestre "Trilho da Ribeira de Alportel", que vira à direita.

Delicie-se com o estreito caminho entre os muros que delimitam as hortas da zona da Campina. Brevemente vai chegar a São Brás de Alportel: siga até ao Largo de São Sebastião, onde a ligação termina. Aproveite para visitar esta bonita vila e delicie-se com os sabores tradicionais.

O que pode ver?

» PATRIMÓNIO HISTÓRICO, ARQUEOLÓGICO E RELIGIOSO

Parises

  • Capela de Nossa Senhora de Fátima, com alguns elementos arquitetónicos, como o altar e o ambão, revestidos por cortiça.


São Brás de Alportel

  • Centro Explicativo e de Acolhimento da Calçadinha (via Romana);
  • Igreja Matriz; 
  • Museu do Traje;
  • Palácio Episcopal e Jardim da Verbena.

 

» NATUREZA

A vegetação da serra algarvia é marcada por arbustos e árvores que oferecem abrigo e alimento a muitas espécies, de onde se destacam: 

  • Mamíferos: Raposa (Vulpes vulpes), Javali (Sus scrofa), Geneta (Genetta genetta), Saca-rabos (Herpestes ichneumon), Ouriço-cacheiro (Erinaceus europaeus) que procura as hortas e terrenos cultivados.
  • Aves: durante todo o ano pode observar-se a Águia-perdigueira (Aquila fasciata), que tem aqui um dos seus núcleos principais no nosso país. No grupo dos passeriformes, destacamos a Toutinegra-do-mato (Sylvia undata), o Peto-real (Picus viridis) e o Melro-azul (Monticola slitarius).
  • Anfíbios: nas zonas mais húmidas da serra (barrancos e ribeiras) pode encontrar-se, por exemplo, a Salamandra-de-pintas-amarelas (Salamandra salamandra), o Sapo-parteiro-ibérico (Alytes cisternasii), a Rã-de-focinho-pontiagudo (Discoglossus galganoi), o Sapo-comum (Bufo bufo) e a Rela-meridional (Hyla meridionalis).
  • Répteis: em zonas pedregosas e nos muros dos caminhos antigos pode encontrar-se o Sardão (Lacerta lepida), a Lagartixa-do-mato (Psammodromus algirus), a Cobra-de-ferradura (Coluber hippocrepis), a Cobra-de-água-viperina (Natrix maura) e a Cobra-rateira (Malpolon monspessulanus), havendo ainda registo de avistamentos de Cobra-de-capuz (Macroprotodon cucullatus) na Ribeira do Alportel.


» LOCAIS DE DESCANSO AO LONGO DO PERCURSO

Não existem cafés ou outros espaços comerciais ao longo deste itinerário, apenas no início e no final do percurso, pelo que se aconselha a que planeie bem o percurso, levando consigo comida e água suficiente, tendo em conta a distância, condições climatéricas e grau de dificuldade.

 

» MULTIBANCO

  • São Brás de Alportel.
Contactos Úteis
  • Associação Almargem: (+351) 289 412 959
  • Associação In Loco: (+351) 289 840 860
  • Associação Turismo do Algarve: (+351) 289 800 403
  • Bombeiros Voluntários de São Brás de Alportel: (+351) 289 842 666
  • Câmara Municipal de São Brás de Alportel: (+351) 289 840 000
  • GNR São Brás de Alportel: (+351) 289 840 800
  • Junta de Freguesia de São Brás de Alportel: (+351) 289 842 174
  • Posto de Turismo de São Brás de Alportel: (+351) 289 843 165
  • Em caso de emergência ligue: 112
  • Se detetar um incêndio ligue: 117

 

Mais informação?

Descarregue estes ficheiros. 
E boa caminhada!

Track GPX Ligação 1: Parises a São Brás Alportel
Track KML Ligação 1: Parises a São Brás Alportel